Colunas

  • Em Foco
  • Colunas
  • Cobertor curto na saúde

Cobertor curto na saúde

Publicado em 26 de novembro de 2021 - 17:00:27

Esta semana os jornais de Piracicaba noticiaram o resumo de uma prestação de contas pública que fizemos, mostrando o desempenho da Associação Ilumina. O destaque maior ficou por conta dos recursos que a instituição economizou para o sistema público de saúde, SUS: aproximadamente 9,2 milhões de reais, com a identificação de 555 casos iniciais de câncer em Piracicaba e região nos últimos 3 anos, utilizando o sistema inédito de diagnóstico precoce, chamado Rastreamento Ativo Organizado (RAO). 

Para chegar a esses números, nossa equipe levou em consideração as informações constantes no Observatório de Oncologia do Ministério da Saúde, que calcula o custo dos pacientes para o SUS, em função do estágio em que a doença é diagnosticada. 

De acordo com o Observatório, um paciente com diagnóstico inicial de câncer custa 11 mil reais. Já um paciente com a doença agravada em estágio III, custa 5 vezes mais ou seja 55 mil reais. Ao serem diagnosticados e tratados,  esses 555 pacientes, deixaram de absorver com tratamentos caros, 24,4 milhões de reais do SUS. Considerando o investimento no RAO do Ilumina de 14,9 milhões em três anos, o que possibilitou a identificação desses casos iniciais é que se chega a estimativa de economia para o sistema de 9,2 milhões de reais. 

Durante o evento, organizado para a prestação de contas da instituição, esteve presente no Hospital, a Desembargadora Dra. Maria Ines Targa, do Tribunal Regional do Trabalho da 15ª. Região de Campinas. O TRT  é uma das instituições responsáveis pela destinação de 27 milhões de reais para a construção do Hospital e da Carreta, com recursos oriundos de multa aplicada contra a Shell/Basf pela contaminação de funcionários que tiveram câncer e outras doenças ocupacionais. 

Também participou via remota o Dr. José Carlos Paludeto, superintendente do Ministério da Saúde, em São Paulo. Ambos elogiaram os resultados conseguidos pela Associação, sendo que a Desembargadora chegou a citar que a gestão do Ilumina é “feita com mãos limpas, sendo um modelo para o país”. 

Também estiveram presentes Carol Figueiredo, Secretária de Saúde de São Pedro e sua equipe, representantes do Simespi, Uniodonto, Associação Policial de Assistência á Saúde Piracicaba, entre outros. 

128 mil pessoas rastreadas

De outubro de 2018 a outubro de 2021, a Associação Ilumina registrou 693 casos de câncer (555 em estágio inicial), 53 mil pessoas foram submetidas à exames 128 mil foram rastreadas. A base populacional impactada foi de 475 mil pessoas, considerando Piracicaba e região. 

Pandemia e economia

Mesmo durante a pandemia, a Associação desempenhou sua missão aumentando a detecção de casos de câncer em 39%, por meio do aumento da oferta de Exames em 37%.

Isso graças ao empenho, treinamento e dedicação da equipe do Ilumina o aumento dos resultados contou com redução do quadro de funcionários e redução em 5% do total de despesas.  

Em relação à arrecadação, o Departamento de Desenvolvimento Institucional diversificou as fontes de captação de recursos diante dos desafios de repasse de emendas, o que aumentou em 10% o valor total captado, sem contar com as emendas ainda retidas.

Em resumo: a Associação, teve redução de recursos e de funcionários e mesmo assim, ampliou de 2020 para 2021 o total de atendimentos no Hospital de 18 mi para 29 mil. Na carreta, os números saltaram de 3900 para 6.800. 

A novela das emendas parlamentares

Desde a sua inauguração, a Associação Ilumina fez um planejamento para os anos seguintes, contando com várias fontes de arrecadação sendo uma delas as emendas parlamentares. Os recursos das emendas servem para complementar os pagamentos do SUS, que são abaixo dos custos, além de contribuir para o constante aprimoramento da prestação dos serviços, bem como sua ampliação. 

O problema é que atualmente 344 mil reais das emendas parlamentares dos Deputados Federais Kim Kataguiri (244 mil) e do General Peternelli (100 mil), estão retidos na Prefeitura de Piracicaba. Outros 650 mil estão em análise técnica no Governo Estadual, provenientes das dotações autorizadas pelos Deputados Estaduais Professora Bebel (100 mil) e Roberto Moraes (550 mil). 

A não liberação desses recursos, impedem a Associação de crescer e os maiores prejudicados são os pacientes mais pobres. Para fechar o ano de 2021 o caixa da entidade precisa de aproximadamente 1,3 milhão de reais. Para custear a saúde gratuita que oferecemos o cobertor sempre é curto. Você pode ajudar o Ilumina a salvar vidas, doe. Acesse www.associacaoilumina.org.br.

Dra. Adriana Brasil
Médica, cirurgiã de cabeça e pescoço, fundadora e Presidente do Conselho de Administração da Associação Ilumina que administra o Hospital e a carreta
educacao.adm@associacaoilumina.org.br
Anunciantes
Em Foco - Diocese de Piracicaba

Assessoria de Comunicação

Segunda a Sexta das 8h30 às 11h30 e das 13h30 às 17h30

Diocese de Piracicaba

Av. Independência, 1146 – Bairro Higienópolis - Cep: 13.419-155 – Piracicaba-SP - Fone: 19 2106-7556
Desenvolvido por index soluções