Colunas

  • Em Foco
  • Colunas
  • A dimensão missionária do dízimo: quem colabora com a missão tem méritos de missionário

A dimensão missionária do dízimo: quem colabora com a missão tem méritos de missionário

Publicado em 13 de outubro de 2021 - 14:28:02

Vós sois a luz do mundo”, disse Jesus (Mt 5,14). Somos convidados a refletir a luz de Cristo em todos os ambientes em que vivemos. Sem luz, a vida humana perece e, sem Cristo, a vida espiritual não tem sentido. Por isso a Evangelização tem papel fundamental na vida da Igreja, que deve ser sinal da luz do Senhor no meio dos povos. Parte do seu dízimo sustenta a ação evangelizadora da Igreja, tendo como destinação investimentos na formação e capacitação de missionários e missionárias.

Em sua Exortação Apostólica “Evangelii Gaudium”, o Papa Francisco exalta a ação missionária como uma "Igreja em saída”, que deve contemplar a todos os povos que conheçam e façam a experiência de Deus. E todos nós, batizados, temos o compromisso de participar da missão, em obediência ao mandato missionário de Jesus: “Portanto, ide e fazei discípulos meus todos os povos, batizando-os em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo, e ensinando-os a observar tudo o que vos ordenei! Eis que eu estarei convosco todos os dias, até ao fim do mundo” (Mt 28, 19-20). “Através de todas as suas atividades, a paróquia incentiva e forma seus membros para serem agentes da evangelização. É comunidade de comunidades, santuário onde os sedentos vão beber para continuarem a caminhar e centro de constante envio missionário” (EG 28).

Para a evangelização não servem apenas as propostas místicas desprovidas de um vigoroso compromisso social e missionário, nem os discursos e ações sociais e pastorais sem uma espiritualidade que transforme o coração” (EG 262).

Existe uma necessidade urgente de um envolvimento verdadeiro às causas do Reino e cada cristão batizado é convidado a participar da evangelização como um missionário em Cristo, através do seu trabalho voluntário na Igreja, em alguma pastoral ou movimento, na perspectiva do compromisso de cada cristão e de acordo com seus talentos.

Ser agente de pastoral em sua dimensão missionária exige disponibilidade ou mesmo facilidade de anunciar, porém, muitos não dispõem de tempo ou têm medo de evangelizar pela necessidade de falar em público, mas todos podem colaborar, sobretudo com sua participação financeira através do dízimo e da oferta, pois quem colabora com a missão tem méritos de missionário. 

A Missão é muito abrangente e se faz não só com os pés dos missionários que se põem a caminho, mas também com os joelhos que se dobram em oração e com as mãos dos que doam recursos para essa finalidade, essa é a dimensão missionária do seu dízimo. Sabemos, entretanto, que a arrecadação financeira com o dízimo e ofertas ainda está muito aquém das reais necessidades para o dinamismo pleno da evangelização, o que obriga a paróquia a lançar mão de campanhas, festas, etc. para garantir oportunidades de participação de membros da comunidade em eventos importantíssimos para a sua formação pastoral.

Assim, fiéis à nossa Igreja, devemos nos perguntar se estamos vivendo num momento intenso de missionariedade em nossa Paróquia e na Diocese. Somos comunidade, não existimos para nós mesmos, mas sim existimos para comunicar aquilo que vimos, sentimos e ouvimos em nosso encontro com o Jesus Ressuscitado! Em 1 Jo 1,3 lemos: “O que vimos e ouvimos, isso vos anunciamos”, forte apelo à nossa participação na missão da Igreja que somos nós, por isso devemos assumir com responsabilidade a nossa pertença à ela, e oferecer integralmente nosso dízimo, para que o Cristo vivo seja experienciado por todos.

Pe. Celso de Jesus Ribeiro
Animador Diocesano da Pastoral do Dízimo
cj.ribeiro1@gmail.com
Anunciantes
Em Foco - Diocese de Piracicaba

Assessoria de Comunicação

Segunda a Sexta das 8h30 às 11h30 e das 13h30 às 17h30

Diocese de Piracicaba

Av. Independência, 1146 – Bairro Higienópolis - Cep: 13.419-155 – Piracicaba-SP - Fone: 19 2106-7556
Desenvolvido por index soluções